Mestiço


escrevo mediterrâneo
na serena voz do Índico

sangro norte
em coração do sul

na praia do oriente
sou areia naufraga
de nenhum mundo

hei-de começar
mais tarde


por ora
sou a pegada
do passo por acontecer.



Nenhum comentário:

Segue-nos